TJSP – Deficiente físico que não pôde viajar de graça tem pedido de indenização negado

outubro 22, 2014
admin
CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Email this to someoneShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Print this page
aadvogado3

Acordão da 37ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou decisão da Comarca da Capital que julgou improcedente ação indenizatória de um deficiente físico que teve direito ao beneficio do Programa Passe Livre, do Governo Federal, negado por companhia de ônibus intermunicipal.

O autor relatou que um funcionário da empresa lhe negou o transporte gratuito de Mongaguá para São Paulo, humilhando-o em público e forçando-o a comprar passagem para conseguir viajar. Em defesa, a ré alegou que o programa não compreendia o tipo de viagem pretendida pelo passageiro.

O relator Pedro Kodama esclareceu em voto que o Passe Livre não vale para o transporte urbano ou intermunicipal dentro do mesmo Estado, exatamente o caso em litígio. “Demonstrado, portanto, que o transporte intermunicipal não é abrangido pelo programa, não há que se falar em direito à passagem gratuita e, como consequência, em dano moral decorrente da negativa de transporte gratuito e da necessidade de compra de passagem.”

Os desembargadores João Pazine Neto e Sérgio Gomes também participaram do julgamento, que teve votação unânime.

Apelação: 0043031-16.2013.8.26.0002

Fonte: Tribunal de Justiça de São Paulo

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>